Sobrancelhas em alta

 

 A queda dos fios nem sempre é só estética, várias doenças geram essa disfunção

Uma sobrancelha bem cuidada é essencial para manter a harmonia facial. E, depois do sucesso da modelo britânica Cara Delevingne, boa parte das mulheres sonha com sobrancelhas mais grossas e com ar natural.

LONDON, ENGLAND - JUNE 18:  Cara Delevingne attends the "Paper Towns" Photocall at Claridges Hotel on June 18, 2015 in London, England.  (Photo by Karwai Tang/WireImage)

 (Photo by Karwai Tang/WireImage)

Mantê-las com boa aparência pode ser um transtorno. A queda dos fios, por exemplo, é motivo de preocupação e, se não investigada, pode afetar não só a autoestima de homens e mulheres. “Existem várias alterações que podem levar à queda dos pelos. É importante consultar um médico dermatologista para verificar os motivos, excluir algumas doenças sérias e definir o melhor procedimento para corrigir a alteração”, afirma a médica dermatologista Luiza Ottoni, especialista em cabelos.

Nas mulheres, a principal causa do não crescimento das sobrancelhas é o pinçamento estético ou depilação. Doenças infecciosas, como hanseníase e sífilis também podem levar à queda, assim como a Alopecia Areata, uma reação autoimune aos pelos, que pode acometer a sobrancelha. Se não investigadas a tempo, doenças cicatriciais, como Lupus e Liquen plano, podem levar à formação de cicatrizes e perda permanente dos fios. “Há ainda crianças e jovens que sofrem de tricotilomania, ato compulsivo de arrancar fios tanto da cabeça quanto da sobrancelha. Em todas essas condições, pode haver perda de fios do couro cabeludo e do restante do corpo”, destaca a médica.

Mas como tratar? Um dos métodos mais utilizados em casos de perdas ou falhas na sobrancelha é a maquiagem definitiva ou a micro pigmentação. O processo é simples, mas acaba perdendo o ar natural ao dar tonalidade à pele. Além disso, a sobrancelha descora com o tempo e pede retoques. “É necessário um diagnóstico preciso e, após a exclusão de doenças, analisamos o grau de perda e assimetria em que se apresenta a queda do cabelo, para indicar o tratamento mais adequado. Atualmente, há a facilidade de optar pelo transplante de sobrancelha, que garante um resultado muito próximo do real”, explica Luiza.

Através da técnica FUE (Follicular Unit Extraction) é possível transferir fios mais finos do couro cabeludo, um a um, – retirados da parte lateral ou posterior da cabeça – para a sobrancelha. Dessa forma, o paciente consegue um ótimo resultado. “Isso garante um aspecto muito natural, já que são utilizados fios da própria pessoa. O único ponto negativo é que é necessário aparar a sobrancelha com mais frequência, já que, por serem utilizados fios retirados do couro cabeludo, eles apresentam maior crescimento que os originais”, explica o cirurgião plástico Otávio Boaventura, especialista em transplante capilar.

Boaventura conta que recebe cerca de dois pacientes por dia para fazer o transplante de sobrancelha. “A procura tem aumentado bastante. 80% das operações são feitas em mulheres. Ao chegar ao consultório, cerca de 20% delas relatam resultados ruins com micropigmentações, que são corrigidos ou, pelo menos, atenuados através do transplante”, garante o cirurgião.

Sem Respostas para "Sobrancelhas em alta"


    Tem algo a dizer?

    Algum html é OK