Corrida na praia: mais resultados e menos monotonia

O verão está chegando. E com ele muitos motivos pra finalmente pegar uma praia. Mas sabia que, além de diversão e momentos de relaxamento, esse passeio pode fazer muito bem pra sua saúde?

Para muitos, o ambiente externo é sempre mais motivador para se exercitar, especialmente se for na praia. No entanto, as atividades na areia exigem mais do corpo quando falamos em gasto de energia, por causa da irregularidade do solo e da própria areia, que torna os movimentos mais difíceis/pesados.

Na areia, o sistema nervoso tem que trabalhar mais, portanto, ele fica involuntariamente em alerta, o tempo todo. Por isso, há um nível maior de atenção, e que é fundamental para atingir o equilíbrio, a velocidade e o ritmo adequado ao ambiente. De acordo com o Dr. Sérgio Costa, Ortopedista, Coordenador da Equipe Médica do Hospital São Luiz, alguns treinadores usam a areia como uma tática de treino mais puxado, justamente para aumentar o esforço muscular, especialmente nas pernas. “Sem falar que os treinos na areia são mais lúdicos e descontraídos, fazendo com que sejam mais prazerosos, ainda que mais intensos”, diz o ortopedista.

Não podemos esquecer do alongamento, que aumenta o metabolismo do corpo, a frequência cardíaca, a temperatura dos músculos e tendões. Ou seja, o aquecimento eleva a resposta do corpo no momento de iniciar a atividade física. Qualquer pessoa pode fazer exercício na areia. Porém, os iniciantes devem começar devagar, e com a supervisão de um profissional de atividade física para evitar lesões. Vale lembrar que a atividade física ao ar livre, principalmente se o sol estiver forte, pede filtro solar com, no mínimo, 30 de fator de proteção, além de hidratação constante.

Sem Respostas para "Corrida na praia: mais resultados e menos monotonia"


    Tem algo a dizer?

    Algum html é OK