Como tomar decisões?

Algumas decisões definem o rumo de nossa vida, como por exemplo: vestibular, casamento, o primeiro filho. Quantas vezes nos deparamos com aquele momento de decidir alguma coisa e resolvemos recorrer, às emoções, aos amigos, aos pais e até mesmo à lógica. Conseguir tomar decisões é uma habilidade que devemos desenvolver, tanto para o crescimento profissional como para se manter uma vida pessoal mais feliz. No entanto, como podemos ter certeza de que estamos fazendo as escolhas certas? Deixe a insegurança de lado e confira a lista de dicas que separamos para você:

Liste vantagens e desvantagens

Analisar e listar as vantagens e desvantagens de cada decisão aumentam as chances de se fazer uma boa escolha. Para isso, anote em um papel ou crie uma planilha eletrônica com os prós e os contras de cada decisão. Utilize as pontuações 1 para cada item positivo e -1 para cada item negativo.

Após pontuar, acrescente uma nova coluna com o peso de cada vantagem e de cada desvantagem. Exemplo: ao se considerar uma oferta de emprego, para algumas pessoas o item “ser perto de casa” pode ser mais importante que o item “oferece vale-transporte”. Note que, nesse caso, tanto o primeiro quanto o segundo item são positivos. No entanto, um possui maior peso na tomada de decisão que o outro.

Desta forma, você não só saberá identificar aquelas características mais desejadas, mas também estará atenta àqueles “contras” que não podem ser aceitos de jeito nenhum.

Siga seu instinto

Feita a lista, ainda restam dúvidas? O próximo passo é aprender a confiar em seu instinto.  Nossos instintos são uma forma do cérebro interpretar informações básicas que não estão disponíveis imediatamente em um nível consciente.

Nos bastidores de nossa mente, há um sistema de engrenagens trabalhando de forma silenciosa para te influenciar a conseguir tomar decisões. Se a razão não funcionar, confie na emoção.

Equilibre razão e emoção

Confiar no seu instinto não significa, entretanto, que você deva se guiar apenas pela emoção. O ideal é manter o equilíbrio entre a razão e a emoção. Mas, como fazer isso?

Tendo equilíbrio, conseguimos analisar os dados de uma decisão sem precisar desistir de nossos instintos. O equilíbrio também permitirá que peçamos conselhos a pessoas próximas sem deixar a decisão inteiramente nas mãos delas.

Por fim, confie em você mesma e acredite que só você tem a chave paras aquelas respostas. Caso sinta que ainda não está preparada para conseguir tomar decisões, peça ou se permita mais um tempo para fazer as escolhas nos momentos certos. Além de mostrar que você não age por impulso, a ponderação indicará que você é uma mulher madura e autoconfiante.

 

Fonte: Mulher Líder

Sem Respostas para "Como tomar decisões?"


    Tem algo a dizer?

    Algum html é OK